segunda-feira, 15 de julho de 2013

O Cemitério de Praga

O Cemitério de Praga é um romance do escritor italiano Umberto Eco.
Umberto Eco é um dos nomes maiores da cultura mundial da actualidade. Eminente medievalista (com formação na área da filosofia, semiologia e linguística) é autor de, entre muitos outros, O Nome da Rosa, Baudolino ou O Pêndulo de Foucault.
Ao contrário do que acontece com a maioria dos romances históricos que pululam nos escaparates das livrarias os livros de Ecos reflectem a erudição profunda do seu autor e conseguem aliar a diversão de acompanhar uma boa narrativa com a informação pormenorizada mas fluida que resulta de um fundamentado tratamento real por quem verdadeiramente conhece os sobressaltos da história.
O Cemitério de Praga é um livro absolutamente fabuloso que narra a vida de Simonini ou Dalla Piccola ao longo de grande parte do incrível século XIX perpassando, neste período, acontecimentos tão importantes como o processo de unificação italiana ou a Comuna de Paris. Ao mesmo tempo aborda algumas das mais fantasiosas problemáticas do século como a maçonaria ou a questão anti-semita.
Destaque, entre as matérias tratadas no livro, para a que se relaciona com o aprofundamento teórico do anti-semitismo e que redundariam nos apócrifos Protocolos dos Sábios de Sião, obra de interesse indiscutível para a compreensão do fenómeno anti-semita que irá concretizar-se de forma dramática durante o século XX com o holocausto judeu!
O Cemitério de Praga é um livro particularmente bem escrito capaz de prender à leitura o leitor médio. As personagens do livro são (com excepção de Simonini/Dalla Piccola) reais. As consequências históricas são também reais. Este é um livro de eleição, um extraordinário romance histórico de uma das mentes mais brilhantes ainda vivas. Uma obra a não perder!

3 comentários:

djamb disse...

Estou para ler este há muito tempo para ainda não tive oportunidade. Não há como Umberto Eco, não é? :)
Boas leituras!

Filipe de Arede Nunes disse...

Entre os escritores vivos não conheço muitos que sejam melhores que Eco. É um autor verdadeiramente fabuloso.

Teresa disse...

É exactamente o livro que estou a ler neste momento.
E, como não poderia deixar de ser, é realmente um livro a não perder.