terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Dentro do Segredo

Dentro do Segredo é um livro do escritor português José Luís Peixoto.
A literatura de viagens é daquelas que mais nos fascina. A representação literária de um confronto com o desconhecido, o acto de deambular, a demanda perante por aquilo que nos foge é absolutamente cativante pelo que todos os anos, como se um acto de fuga fosse, optamos por ler alguns livros que se enquadrem nesta categoria.
Dentro do Segredo, apesar de ser um livro de viagens, tem características muito especiais na medida em que narra a viagem de José Luís Peixoto – um dos mais relevantes escritores portugueses da actualidade – à Coreia do Norte, o Estado mais fechado do Mundo e, provavelmente, o mais desconhecido de todos.
Na larga maioria das vezes, quando iniciamos a leitura de uma obra deste género, não partimos com qualquer pré-concepção. A liberdade e o prazer que com probabilidade havemos de experienciar nessas páginas não se conformam com preconceitos. Este, pelo local objecto da narração, foi um livro diferente. Ao longo da nossa vida a Coreia do Norte tem ocupado um lugar sinistro no nosso pensamento de tal forma que não conseguimos compreender ou aceitar o que se passa (ou diz passar) nesse país.
Dentro do Segredo é uma obra peculiar. Junta a literatura de viagens a um género de narração moderna e real de uma verdadeira distopia à semelhando do que poderíamos encontrar em 1984 ou em Nós. Um Estado de tal forma totalizado onde o culto da personalidade atinge dimensões tão inverosímeis e no qual a realidade parece ser tão tristemente moldada pela vergonha dos que conhecem que não consegue deixar de nos fascinar.
José Luís Peixoto, cujo restante trabalho desconhecemos por completo, parece fazer uma narração honesta da realidade. Note-se que, provavelmente, a generalidade dos responsáveis políticos da Coreia do Norte rapidamente se apressaria a negar a veracidade dos factos relatados pelo escritor português. Ao mesmo tempo o nosso preconceito leva-nos a não duvidar do que no livro vem escrito e a adivinhar que, em numerosas situações, a realidade possa ser muito mais dramática.
Dentro do Segredo é um livro de leitura simples e agradável. Bem escrito, controlado nas posições assumidas é um bom exemplo da boa literatura de viagens. Uma última nota para a edição da Quetzal: absolutamente fabulosa.

2 comentários:

nuno chaves disse...

É de facto um livro que quero ver se leio este ano... e vou tentar entrar sem expectativas, sabendo à partida o que me espera.
Obrigado por esta opinião, obrigado por esta partilha.

Filipe de Arede Nunes disse...

Caro Nuno,

Pessoalmente gostei bastante. No entanto reconheço que o livro junta um conjunto de factores que à partida também me interessam especialmente.

Espero que goste,
Filipe de Arede Nunes