terça-feira, 27 de novembro de 2012

As Mulheres do Meu Pai

As Mulheres do Meu Pai é um romance do escritor angolano José Eduardo Agualusa.
Agualusa é um autor que apreciamos. Os livros que temos tido oportunidade de ler da sua autoria são sempre interessantes e cativantes. A sua escrita, simples, despojada de pretensiosismo, com sabor da África remete-nos para lugares tranquilos. As Mulheres do Meu Pai reflecte plenamente as características que reconhecemos na sua escrita.
Nesta obra Agualusa transporta-nos numa viagem pelo sul do continente africano, de Luanda a Maputo, passando por Cape Town ou pelo Namibe em busca do passado de uma estrela angolana da música, Faustino Manso.
Este romance é narrado por quatro diferentes personagens sendo a principal Laurentina, realizadora de cinema e uma dos dezoito filhos de Faustino Manso. Não obstante ser uma obra – como é apanágio do autor – particularmente bem escrita, nem sempre é claro qual dos narradores relata cada um dos capítulos sendo necessário ter muita atenção para compreendermos na totalidade o seguimento da história.
José Eduardo Agualusa é um dos grandes escritores de língua portuguesa da nova geração. Mais do que uma promessa a sua obra revela que estamos já perante uma certeza entre os escritores da língua de Camões.
As Mulheres do Meu Pai é um livro repleto de surpresas onde nem todos os caminhos são paralelos. O cheiro a África está presente em cada uma das personagens e a realidade traçada nem sempre será de fácil compreensão para um ocidental. As Mulheres do meu Pai é um excelente livro. A obra de Agualusa deve ser lida e relida.

Sem comentários: